sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Romeu e Julieta

Após assitir "Romeu e Julieta" de Franco Zeffireli, não podia deixar de comentar sobre sua trilha sonora. Em meu outro blog, ( http://leoaoleu.blogspot.com/2008/12/velhos-tempos-belos-dias.html ) faço meu comentário sobre o filme e aqui me dediquei a publicar a tradução da letra da música tema, composta pelo genial Nino Rota.

"Deve existir
Um bom lugar
Só para nós e nosso amor,
Cheio de explendor
Um bom lugar, para viver
A vida...
Que eu sonhei viver só com você
Vou procurar irei achar
Um bom lugar
Só para nós
Me de a mão
Vamos sair, e procurar
Um bom lugar para ser feliz
Então o mundo há de saber
Que o nosso amor
Que o nosso amor
Não morrera jamais."

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

O retorno do Eu

Sou o que sou
E já não sei quem sou
nem se sou dono de mim.
Sou o que a vida toma,
O que o sol queima
E o que a chuva arrasta.
Sou a estrada de pedras,
que ferem os pés,
O pó do caminho.
Sou sombra da noite,
A uivo dos lobos,
O olhar do vampiro,
O sangue.
Sou a serpente desperta,
O bote certeiro,
Veneno da presa,
Agonia e dor.
Sou a carne nua,
Navalha que corta,
A noiva no asfalto.
Sou o céu encoberto
De nuvens de chumbo e paixão,
Raios de amor,
Tempestade do ser.
Sou caminho sem volta
A mente que vaga.
Sou o mar que revolta,
Na noite sem brilho
A água que fere
A pedra na praia.
Sou o frio que gela,
A alegria de existir.
Sou o sal que amarga
O doce mistério,
O olhar que penetra,
Na alma já morta.
Sou a lança que mata,
Instrumento de Jorge.
Sou de todos os Santos
Casa do que caça,
Filho de Aruanda.

(24/12/2008)

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Nem a manhã

Poderei amar novamente
Como outrora,
Um dia amei.

Poderei sentir o amor
Como antes,
No tempo, senti.

Poderei querer você
Como no passado,
Pela vida, te quis.

Mas amarei seu amor
Nos olhos de alguém.
Quem?
A vida dirá.

Poderei viver outra vez
No espaço,
Ao léu, pelo caminho.

Que o passado ensinou.
Que o presente construiu.
Que na mente renovou.

Nada será como antes.
Nem mesmo eu,
Nem mesmo a vida,
Nem mesmo o amor.
Nem a manhã.

Mas mesmo assim,
Amarei seu amor
Cada vez mais,
Em mim;
No futuro.
(30/08/07)